José Malcher Jr.

Eng. Software – Analista de Sistemas

Lista de Exercícios de Métricas de software – Lista 4


Questão 1
O método COCOMO é um modelo de estimativa do tempo de desenvolvimento de um software, baseado no estudo de vários projetos, dos quais foram
examinados de 2.000 a 100.000 linhas de código em linguagens de programação Assembly. Esse método consiste em três implementações: básico, intermediário e avançado.
O modelo básico:
a) É um modelo com atributos de controle, como: atributos do produto; atributos de hardware; atributos pessoais; atributos do projeto. É um modelo com características da versão intermediária com uma avaliação de impacto de custo em cada passo do projeto.
b) É um modelo estático que calcula o esforço de desenvolvimento de software e seu custo em função do tamanho de linhas de códigos.
c) É um modelo dinâmico com características próprias que calcula o esforço de cada programador.
d) É um modelo sistêmico que calcula as horas trabalhadas por cada equipe do projeto.


Questão 2
O COCOMO básico se aplica a três classes de projetos do software; são elas:
a) Básico, intermediário e avançado
b) Orgânico, semidestacado e embutido
c) Básico, semidestacado e restrito
d) Difuso, semidestacado e embutido
e) Orgânico, difuso e semidestacado


Questão 3
O COCOMO ____________________ é aplicado no desenvolvimento de sistemas complexos embutidos em hardware, com muita inovação, com restrições severas e/ou com requisitos muito voláteis e de confinamentos operacionais.
a) Difuso
b) Semidestacado
c) Orgânico
d) Funcional
e) Embutido


Questão 4
O COCOMO ____________________ mede projetos de software relativamente pequenos, simples e com pouca inovação, com equipes de dimensão relativamente pequena.
a) Avançado
b) Semidestacado
c) Orgânico
d) Funcional
e) Embutido


Questão 5
O COCOMO ____________________ é aplicado quando as equipes de trabalho são heterogêneas em termo de experiência; por exemplo, um sistema de processamento de transações, como o controle de estoque.
a) Avançado
b) Semidestacado
c) Orgânico
d) Funcional
e) Embutido


Questão 6
O COCOMO II (segunda versão do COCOMO – COnstructive COst MOdel) é um modelo objetivo de custos para o planejamento e execução de projetos de software. Um modelo de custos fornece uma estrutura (framework) para a comunicação de decisões de negócio entre os envolvidos em um empreendimento baseado em softwares. Marque as vantagens do COCOMO II:
a)O mesmo processo pode ser aplicado ao projeto inteiro.
b)O mesmo processo pode ser aplicado a apenas um componente individual.

c)Sua precisão pode ser prejudicada no inicio do projeto, pois o modelo depende fortemente de uma estimativa precisa da quantidade de linhas.
d)Pode calcular a programação da manutenção anual.
e)Pode fazer exame da vantagem de dados históricos e criar uma constante de calibração que pode ser calculada para estimativas futuras.


Questão 7

O __________________ considera múltiplas variáveis e o ciclo de desenvolvimento do projeto com base em análise estatística, relacionando os comportamentos prazo e esforço.
a) Método de esforço
b) Método COCOMO
c) Método COCOMO II
d) Método de pontos por função
e) Método de Putnam


Questão 8
A complexidade ciclomática ou complexidade condicional é uma métrica usada para indicar a complexidade do software. Mede a quantidade de caminhos de execução independentes a partir do código fonte. É calculada a partir de um(a):
a) Tabela da arquivos lógicos
b) Diagrama de fluxo de dados
c) Diagrama de casos de uso
d) Grafo de fluxo
e) Diagrama de Gantt


Questão 9
Analise esta tabela do COCOMO semidestacado.

Agora, determine o número de pessoas e o prazo que deve levar o projeto de um software com 45 Kloc, usando:
E = ab * KLOC bb
D = cb * E db
P = E / D, onde:
E = Esforço aplicado por pessoa no mês
D = Tempo de desenvolvimento em meses
a) 328 pessoas/mês – 12 meses
b) 215 pessoas/mês – 16,4 meses
c) 142 pessoas/mês – 25,7 meses
d) 115 pessoas/mês – 26,4 meses
e) 102 pessoas/mês – 18 meses


Questão 10

Determine a complexidade ciclomática de um software cujo grafo apresenta 12 bordas e 7 nós. Considere o número de componentes conectado igual a 1.
a) 5
b) 7
c) 19
d) 14
e) 84


 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


Aula 04 – Respostas

Questão 1 – B
Justificativa: O modelo COCOMO básico calcula o esforço do software em função das linhas de código estimadas.
Questão 2 – B
Justificativa: Segundo Pressman (Engenharia de Software) as classes de projetos referentes ao COCOMO básico são Orgânico, Semi-destacado e Embutido.
Questão 3 – E
Justificativa: Segundo Pressman (Engenharia de Software) as classes de projetos referentes ao COCOMO básico são Orgânico, Semi-destacado e Embutido.
Questão 4 – C
Justificativa: Segundo Pressman (Engenharia de Software) o COCOMO Orgânicos representam projetos relativamente pequenos, simples e com pouca inovação, com equipes de dimensão relativamente pequena. Exemplo: Mala Direta.
Questão 5 – B
Justificativa: Segundo Pressman (Engenharia de Software) o COCOMO Semi destacado ou difuso – (em tamanho e complexidade) se refrem a projetos intermediários com características entre o modo orgânico e o embutido, em que as equipes de trabalho são heterogêneas em termo de experiência. Por exemplo, um sistema de processamento de transações. Exemplo: Folha de Pagamento.
Questão 6 – A, B, D, E
Justificativa: Segundo Pressman (Engenharia de Software) as vantagens do COCOMO II são:
O mesmo processo pode ser aplicado ao projeto inteiro ou apenas a um componente individual.
O COCOMO pode calcular a programação da manutenção anual.
O COCOMO pode fazer exame da vantagem de dados históricos e com esses dados criar uma constante da calibração que pode ser calculada para estimativas futuras.
Questão 7 – E
Justificativa: Segundo Pressman (Engenharia de Software) O método de Putnam considera múltiplas variáveis e o ciclo de desenvolvimento do projeto. Com base em análise estatística Putnam relacionou o comportamento prazo e esforço.
Questão 8 – D
Justificativa: Segundo Pressman (Engenharia de Software), a complexidade ciclomática é uma métrica usada para indicar a complexidade do software. Mede a quantidade de caminhos de execução independentes a partir do código fonte. É calculada a partir de um grafo de fluxo.
Questão 9 – B
Justificativa: Basta aplicar a fórmula.
E = 3 x 451,12 = 3 x 71,0555 = 215 pessoas/mês
D = 2,5 x 2150,35 = 2,5 x 6,55169 = 16,4
Questão 10 – B
Justificativa: Basta aplicar a fórmula.
V (G) = E – N + 2P
Onde E = 12
N = 7
P = 1
Logo: V(G) = 12 – 7 + 2 = 7


Material retirado da Web.

Se você tiver alguma dúvida ou correção a fazer, por favor, comente! Obrigado!

 

 

janeiro 31st, 2017

Posted In: Engenharia de Software, Exercícios, Métricas de software

Tags:, ,