José Malcher Jr.

Eng. Software – Analista de Sistemas

Prova e Gabarito CIMBESA 2017 (AOCP) – Cargo: Analista de Sistemas


Dados do Concurso -> http://www.aocp.com.br/concurso.jsp?id=339

Prova Objetiva e Discursiva – Gabaritos (prova tipo 2)

Discursiva:

A definição de requisitos de software é uma etapa muito importante dentro da análise de um sistema que necessita ser desenvolvido, sendo que o resultado final de um projeto de desenvolvimento de uma solução tem muita influência dessa etapa em termos de tempo total de execução do projeto, seus custos e sua aceitação perante o cliente, em função do pleno atendimento das solicitações feitas.

Existe uma classificação de tudo que é considerado requisito no projeto, dividida entre tipos de requisitos a serem inclusos na documentação do sistema, podendo ser requisitos de usuário, sistema e projeto. Além disso, existem critérios de classificação de requisitos que dividem, de forma mais precisa, toda informação coletada junto aos stakeholders. Esses requisitos podem ser funcionais, não funcionais ou de domínio.

Para essa atividade, explique os três tipos de requisitos citados incluindo exemplos. Explique também a diferença entre requisitos funcionais e não funcionais, adicionando, também, exemplos para cada classificação.

Não se esqueça de detalhar os tipos e as classificações e acrescentar exemplos em cada tipo e classificação.

REPOSTA CHAVE: (mais…)

novembro 1st, 2017

Posted In: Analista de Sistemas, CONCURSOS

Tags:, ,

Leave a Comment

Compilação de 3 artigos de Eduardo Kurita Yoshinaga


Elevator statement

Esta técnica serve para montar uma síntese da idéia/produto/serviço que possa ser apresentada em um intervalo de tempo equivalente ao de um elevador, ou seja, dependendo dos andares de início e fim pode-se ter entre 30 segundos e 2 minutos.

Neste ano encontrei uma pessoa no elevador que tinha estudado Clipper 5.0 comigo 12 anos atrás e ele me perguntou: “O que você faz aqui?”.  A minha breve resposta foi um tipo de elevator statement.

Uma outra situação em que esta situação pode ser utilizada é quando se encontra com alguém muito importante no elevador (ex: o presidente da empresa) e esta pessoa te pergunta sobre uma idéia/produto/serviço importante e que você gostaria de explicar.

O que é
O elevator statement, também conhecido como elevator pitch, é uma declaração simples usada para rápida e eficientemente definir seu serviço, idéia ou produto. A frase deve ter aproximadamente 1 minuto e não pode ultrapassar 2 minutos e tampouco o limite aproximado de 250 palavras.

O que deve abranger? 
A frase deve ser clara, de modo que não haja dúvidas, concisa e ir direto ao ponto principal, tentando responder as questões abaixo:

  • Quem utilizará/adquirirá seu produto/idéia/serviço?
  • Qual benefício seu produto/idéia/serviço trará?
  • Quem é o principal competidor (se houver) ou alternativa

Onde é utilizado
Equipes que utilizam a metodologia ágil Scrum frequentemente utilizam esta técnica como parte do processo de concepção do produto a ser desenvolvido.

Esta técnica também é apresentada no curso de CSPO da AdaptWorks, como parte do processo de definição da visão do produto,  e no livro The Agile Samurai, como parte do processo de concepção do produto. Em ambos os casos esta técnica é apresentada como parte do processo de concepção da idéia do produto a ser trabalhado.

FONTE: http://eduardokurita.com/?p=212


Elevator Statement em Projetos

Hoje prosseguiremos com o assunto de Elevator Statement mostrando a aplicação em projetos de TI.

Por que utilizar esta técnica com a equipe de projeto?
Criar um elevator statement é interessante para facilitar o entendimento do projeto e, dependendo da equipe chega a ser bem divertido.

Uma vez concluído irá criar a visão que todo o time pode dizer e utilizar sempre que alguém perguntar: “Então, o que você faz?”.

Como fazer com uma equipe de projeto?
Primeiramente é necessário que toda a equipe de projeto esteja em uma sala, isolada das demais pessoas e do ambiente de trabalho.

Em seguida o time deve ter uma visão clara do produto/idéia/serviço e deve estar familiarizado com o mercado do público-alvo.

Caso seja necessário pode-se chamar alguém da área de negócio para explanar o produto e tirar todas as dúvidas.

Template Modelo 
O template que deve ser preenchido é o seguinte:

PARA [Cliente / Público-Alvo]
QUE [Necessidade ou Oportunidade]
O [Nome do PRODUTO/IDÉIA/SERVIÇO]
É UM [Categoria do PRODUTO/IDÉIA/SERVIÇO]
QUE [Principal benefício ou razão para se adquirir]
DIFERENTEMENTE DO [Principal competidor ou Alternativa]
NOSSO PRODUTO/IDÉIA/SERVIÇO [Principal diferenciação]

Resultado
O resultado deve ser algo parecido como:

PARA Turistas e Interessados em Viagens
QUE Tem dificuldade em encontrar pacotes de viagens de acordo com seu interesse
O MeAjudaVouViajar
É UMA Ferramenta de Busca web especializada em turismo
QUE de forma simples, permite que o usuário procure por inúmeros critérios e obtenha os resultados mais relevantes
DIFERENTEMENTE DE uma pesquisa direto em sites de busca ou em sites de agências de viagens
NOSSO PRODUTO obtém estes dados através de pesquisa exclusiva em agências de viagens do Brasil e de todo o mundo traduzindo estes dados para o idioma português.

FONTE: http://eduardokurita.com/?p=220


Como validar o elevator statement

Após a montagem da primeira versão do elevator statement deve-se verificar se o texto está compreensível para todas as pessoas, principalmente para aqueles que não são da área de TI.

Um modo muito eficiente é falar o elevator statement para uma outra pessoa, que seja neutra, sem conhecimento prévio do assunto, para obter dela o entendimento a partir da frase.

Um cuidado que deve-se ter é que o comunicador da frase também deve permanecer neutro, frio, sem gesticular ou expressar quaisquer reações que possam influenciar a outra pessoa na compreensão.

A partir das informações do entendimento do elevator statement por esta pessoa, pode-se realizar as correções necessárias e realizar nova validação, mas desta vez com outra pessoa.

Quando a equipe estiver satisfeita com a frase pode-se imprimir, fazer um banner manuscrito ou escrever no kanban ou em algum quadro no local de trabalho. A frase deve ser revista em cada release e atualizado sempre que necessário.

Esta é uma ferramenta muito legal para vender/divulgar o projeto dentro da empresa.

FONTE: http://eduardokurita.com/?p=222

outubro 31st, 2017

Posted In: Ágil, Desenvolvimento

Tags:,

Leave a Comment

Prova Final de Métricas de software ( 38 Questões )


Questão 1

Um dos objetivos da Análise de Ponto Função (APF) é:

  1. Calcular quantas tabelas o sistema terá.
  2. Estimar o tamanho de uma equipe de desenvolvimento.
  3. Ajudar no processo de depuração do software
  4. Definir os procedimentos para os testes do software.
  5. Medir a funcionalidade que usuário solicita e recebe.

Resposta:

Medir a funcionalidade que usuário solicita e recebe. (mais…)

junho 21st, 2017

Posted In: Engenharia de Software, Métricas de software

Tags:, ,

Leave a Comment

Prova Final de Gestão estratégica de TI ( 27 Questões)


Questão 01

Qual das alternativas a seguir, apresenta um dos orientadores para o desenvolvimento de uma estrutura como o COBIT 5?

  1. Prover a execução de programas de entrega de benefícios dentro do prazo e do orçamento
  2. Prover um melhor controle sobre o aumento das soluções de TI controladas pelo usuário e iniciadas pelo usuário
  3. Prover uma melhor otimização da funcionalidade dos processos de negócios
  4. Prover a aquisição de softwares e hardware dentro do orçamento anual da empresa
  5. Prover o atingimento da excelência operacional por meio da aplicação confiável e eficiente da tecnologia

Resposta

Prover um melhor controle sobre o aumento das soluções de TI controladas pelo usuário e iniciadas pelo usuário (mais…)

junho 19th, 2017

Posted In: Engenharia de Software, Gestão estratégica de TI

Tags:, ,

Leave a Comment

Prova de Projeto e Otimização de Banco de Dados (38 questões)


Questão 01

São informações contidas nos metadados do Banco de Dados, EXCETO:

  1. Estrutura.
  2. Objetos de usuário;
  3. Autorização;
  4. Usuários;
  5. Páginas Web;

Resposta:
Páginas Web. (mais…)

junho 15th, 2017

Posted In: Engenharia de Software, Projeto e otimização de banco de dados

Tags:, ,

Leave a Comment

Prova final de Modelagem de dados (25 questões)


Questão 01:

Considere as afirmativas abaixo:

I – Uma associação deve ser usada sempre que se identificara um relacionamento do tipo 0..N para 0..N,ou seja, não seja determinista.

II – Pode-se representar mais de um particionamento. Para cada tipo de particionamento pode-se ter grupos de subconjuntos diferentes,

III – Pode-se representar um subconjunto e este pode ser dividido em outros subconjuntos dependendo das necessidades da análise.

Segundo a teoria apresentada, quais estão totalmente certas:

  1. Somente I e II
  2. Somente II e III
  3. Todas estão corretas
  4. Somente II e III
  5. Todas estão erradas

Resposta:

Todas estão corretas (mais…)

junho 15th, 2017

Posted In: Engenharia de Software, Modelagem de dados

Tags:, ,

Leave a Comment

Prova final de Arquitetura da informação e User Experiense


Questão 1:

No desenvolvimento do projeto o Arquiteto da Informação deve se preocupar com três elementos fundamentais. Qual das opções abaixo REPRESENTA um desses elementos?

  1. Dimensão conceitual
  2. Estrutura de aplicação
  3. Layouts
  4. Dimensão hierárquica
  5. Estrutura informacional

Resposta:
Dimensão conceitual (mais…)

junho 14th, 2017

Posted In: Arquitetura da informação e UX, Engenharia de Software

Tags:, ,

Leave a Comment

Metodos Ágeis Para Desenvolvimento De Software

Este livro traz informações completas sobre conceitos e práticas ágeis. Reúne a visão de 23 profissionais de todo o país, agregando em uma única obra conhecimentos e experiências sobre o tema, de projetos pequenos a grandes, dos simples aos complexos, de empresas públicas às privadas.

 

  1. O Manifesto Ágil por Alexandre Gomes, Renato Willi e Serge Rehem
  2. A História dos Métodos Ágeis no Brasil por  Alfredo Goldman, Claudia Melo, Fabio Kon, Hugo Corbucci e Viviane Santos
  3. O Framework do Scrum  por  Rafael Prikladnicki e Alexandre Magno
  4. Programação Extrema (XP) por Dairton Bassi
  5. OpenUP por José Papo
  6. FDD – Feature-Driven Development por Adail Muniz Retamal
  7. Lean por Samuel Crescêncio
  8. Kanban por Alisson Vale
  9. Modelagem Ágil  por Rodrigo Yoshima
  10. Domain-Driven Design por Felipe Rodrigues de Almeida
  11. Test-Driven Development  por Bruno Pedroso
  12. Planejamento  por Fabiano Milani, Heitor Roriz
  13. Estimativas por Rafael Prikladnicki, Renato Willi, Rodrigo de Toledo
  14. Gestão Visual por Paulo Caroli
  15. Coaching e Facilitação de Times Ágeis por Manoel Pimentel Medeiros

Sumário Completo:

http://www.grupoa.com.br/uploads/imagensExtra/legado/P/PRIKLADINICKI_Rafael/Metodos_Ageis_Desenvolvimento_Software/Lib/Sum_Det.pdf

junho 13th, 2017

Posted In: Ágil, Desenvolvimento, Livro

Tags:,

Leave a Comment

Recentemente comprei o livro e acredito que vale a pena recomendar aqui. Em breve pretendo fazer um mapa mental resumindo os principais pontos!

Gestão de produtos de software

Segundo o autor:

Gestão de produtos de software

Pensando nessas questões, algumas empresas que são consideradas experts no tema desenvolvimento de software começaram a adotar uma nova função em seu processo de desenvolvimento de software, a Gestão de Produtos de Software. Essa função tem por objetivo garantir que um software sendo desenvolvido atenda aos objetivos de seu dono ao mesmo tempo em que atenda à necessidade de seus usuários.

Além disso, essa função tem de pensar em todos os aspectos do software que citei anteriormente. Algumas metodologias ágeis, como o Scrum, têm o papel do Product Owner, que tem como principal responsabilidade priorizar os itens a serem desenvolvidos. De uma certa forma, a Gestão de Produtos de Software é isso, mas ainda é um pouco mais.

É sobre isso que vou falar neste livro. 🙂

Site do livro: http://www.guiadastartup.com.br/gestao-de-produtos-de-software/

Link para Compra: https://www.casadocodigo.com.br/pages/sumario-gestao-produtos

Maio 12th, 2017

Posted In: Livro

Tags:,

Leave a Comment

Excelente curso grátis de git e github e é grátis!

Link: https://www.schoolofnet.com/curso-git-e-github/

Abril 18th, 2017

Posted In: Assuntos Diversos, Caixa de Ferramentas, Cursos, Git

Tags:, ,

Leave a Comment

Aulas Python

Curso de aulas de programação usando a linguagem python, ensinando do básico ao profissional.
Usa bibliografia de videos variáveis, dos livros e sites listados abaixo:
– Introdução a Python, José Labaki
– Aprendendo Python,
– Python – Guia de Bolso,
– Think Python, Allen Downey
http://www.python.org.br/
http://www.python.org/download/releases/3.0/

Boa parte do conteúdo das aulas estará em:
https://www.dropbox.com/sh/t0lvoxb2fxfhctx/oJoHVvCUO4

Abril 16th, 2017

Posted In: Assuntos Diversos, Cursos, Desenvolvimento, Python

Tags:, ,

Leave a Comment

Livro/ebook – Docker para desenvolvedores

Autor: Rafael Gomes

Temos estudado e praticado sobre Docker há algum tempo e percebemos que a documentação oficial não é ideal para quem estar começando a sua utilização, não é didático, pois acredito que inclusive não se proponha a isso. É apenas um ótimo material de referência.

Sendo assim resolvemos escrever um livro de uma forma simples e direta…

Link’s:

https://github.com/gomex/docker-para-desenvolvedores 

https://leanpub.com/dockerparadesenvolvedores

 

Abril 16th, 2017

Posted In: Caixa de Ferramentas, Desenvolvimento, Docker, Livro

Tags:,

Leave a Comment

“5 padrões para evitar em seu projeto de Desenvolvimento de Software” by @thoughtworksbr https://medium.com/@thoughtworksbr/5-padroes-para-evitar-em-seu-projeto-de-desenvolvimento-de-software-481b5bcfdf78 (mais…)

Abril 16th, 2017

Posted In: Assuntos Diversos, Desenvolvimento, Engenharia de Software, Links

Tags:,

Leave a Comment

DevDojo é uma iniciativa de desenvolvedores profissionais para ajudar principalmente aos que estão começando na carreira:

Nossos cursos são para Padawans que querem virar Jedi, vamos sempre começar do básico e evoluir até aonde acharmos necessário para você seguir seu caminho.

Todos os cursos da DevDojo: http://www.devdojo.com.br/courses.php

Qual o diferencial?
Temos os professores mais altruístas do mundo.
Colocamos nossos cursos em plataformas gratuitas, como Youtube.
Focamos em fazer você evoluir profissionalmente, seu sucesso é o nosso pagamento.
Não cobramos nada.
Prestamos atenção no seu feedback sobre as aulas.

Março 15th, 2017

Posted In: Assuntos Diversos, Cursos, Desenvolvimento, Favoritos, JAVA, Videos

Tags:,

Leave a Comment

Manual de direção defensiva para motociclista é um ebook mais completo com dicas voltadas para motociclistas, com dicas de como melhorar a atenção e a sua direção no trânsito.


Como aumentar sua segurança

Obra de João Carlos SALVARO

Capa03(ajustada).R2

Este livro, escrito por um motociclista com experiência de mais de vinte anos – e que utiliza sua moto diariamente – apresenta as inúmeras situações do dia-a-dia com que o piloto de uma motocicleta normalmente se depara. Conhecendo as situações potencialmente perigosas, e sabendo como evitá-las ou reagir diante delas, os riscos serão minimizados e a condução se tornará muito mais segura.

Para dirigir com segurança, não basta obter a Carteira de Habilitação e saber mexer nos controles das motos. É necessário muito mais do que isto. A ênfase deste livro está centrada na questão do conhecimento, do comportamento e das atitudes do motociclista. Estas são as armas para se pilotar com mais segurança. Muitas vezes, uma simples atitude pode livrá-lo de uma situação fatal.

Sumário:

Cáp. 1: A motocicleta
Cáp. 2: Cuidados com a manutenção
Cáp. 3: Equipamentos de segurança
Cáp. 4: Problemas que afetam a estabilidade de uma motocicleta
Cáp. 5: Pilotando com segurança

Por autorização especial do autor, este livro pode ser baixado gratuitamento nesse portal.

Para baixar o livro, clique aqui

Março 10th, 2017

Posted In: Motos

Tags:

Leave a Comment

Prova POSCOMP 2002 – Fundamentos da computação

Questões com respostas e conceitos no final da postagem.


(mais…)

Março 4th, 2017

Posted In: CONCURSOS, POSCOMP

Tags:,

Leave a Comment

Parte Quatro – Métricas de SoftwareEstimativa de esforço e prazo

Introdução
Conteúdo
COCOMO
COCOMO básico
Exemplos de COCOMO básico
COCOMO intermediário
COCOMO avançado
COCOMO avançado: Spider-CoCoMo
COCOMO II
Método de Putnam
Complexidade ciclomática
Complexidade ciclomática
Conclusões
Referências
Exercícios de fixação

Estimativa de esforço e prazo

Material completo aqui: http://josemalcher.net/guia-de-estudos-engenharia-de-software/

Fevereiro 19th, 2017

Posted In: Engenharia de Software, Métricas de software

Tags:, ,

Leave a Comment

Terceira Parte – Métricas de Software Determinação de Ponto por Função

Introdução
Conteúdo
Contextualização
Fan-out e Fan-in
Fan-out e Fan-in: características
Métricas de projeto da arquitetura
Indicadores de qualidade de software
Métricas para projeto orientado a objeto
Métricas orientadas a classe — o conjunto de métricas CK
Referências
Exercícios de fixação

Determinação de Ponto por Função

Material completo aqui: http://josemalcher.net/guia-de-estudos-engenharia-de-software/

Fevereiro 19th, 2017

Posted In: Engenharia de Software, Métricas de software

Tags:, ,

Leave a Comment

Tenho uma moto modelo Custom Kasinski Mirage 250, é uma excelente moto quando bem cuidada, não estamos acostumados a comprar  peças e entender detalhes sobre o seu funcionamento, tudo isso dá trabalho. Mas existe muito material na internet. E com intuito de ajudar, vou tentar agregar ao máximo esses conteúdos e mais minha experiência com essa moto.

Ficha Técnica

Kasinski-Mirage 250Fabricada de: 2008 até 2014

Estilo: Custom
Procedência: Nacional
Cilindrada: 250.0 – CC
Potência: N/I – CV
Tanque: 14.0 – L
Peso Seco: 169.0 – Kg
Transmissão: 5
Tipo Motor: 4 tempos
Freio: Disco Traseiro e Dianteiro
Refrigeração: Ar

Em Breve postarei mais detalhes e mais conteúdo para ajudar a comunidade.


 

Fevereiro 16th, 2017

Posted In: Acessórios, Lojas, Motos, Oficina, Peças

Tags:, ,

Leave a Comment

Explicação bem detalhada de Leandro Quibem Magnabosco sobre Docker:


 

Fevereiro 15th, 2017

Posted In: Caixa de Ferramentas, Docker

Tags:

Leave a Comment

Próxima página »