José Malcher Jr.

Eng. Software – Analista de Sistemas

Quero deixar como dica o curso criado por Tiago Baciotti Moreira na plataforma Udemy

Aprenda SQL do Zero! -> https://www.udemy.com/aprenda-sql-do-zero

No meu repositório da para ver a quantidade de material estudado-> https://github.com/josemalcher/Udemy-Aprenda-SQL-do-Zero

 

Janeiro 30th, 2018

Posted In: Banco de Dados, Desenvolvimento

Tags:,

Leave a Comment

Engenharia de Software – Modelagem de dados – Estudo de volume e classificação de conjuntos


  • A capacidade de armazenamento necessária ao modelo
  • Primeira etapa
  • Sobre a tabela de atributos
  • Os tipos de conjuntos e seu tratamento físico
  • A volatilidade

Estudo de volume e classificação de conjuntos

 

Janeiro 26th, 2018

Posted In: Engenharia de Software, Modelagem de dados

Tags:,

Leave a Comment

Engenharia de Software – Modelagem de dados – Meta modelagem do modelo conceitual


Como conduzir o processo de modelagem
Primeiro passo
O início do sistema de controle de vagas
Segundo passo da meta modelagem
Terceira etapa
Regras para dicionarizar o modelo
Tratamento de subconjuntos e identificação de abstrações
Ordenação
Navegabilidade
Agregação
Atividade proposta

Meta modelagem do modelo conceitual

Janeiro 19th, 2018

Posted In: Engenharia de Software, Modelagem de dados

Tags:,

Leave a Comment

Engenharia de Software – Modelagem de dados – Metodologias para modelo conceitual


  • Representação do modelo de Peter Chen (DER)
  • Atributos compostos
  • Relacionamento
  • Cardinalidade mínima
  • Tipos de relacionamentos
  • Exemplo de um DER
  • Estudando os atributos
  • Identificando entidades
  • Propriedades atribuídas a entidades
  • A generalização/especialização total e parcial
  • O modelo de Chen
  • Identificando entidades
  • Outras representações
  • Atividade proposta

Material aqui: Metodologias para modelo conceitual

Janeiro 12th, 2018

Posted In: Engenharia de Software, Modelagem de dados

Tags:,

Leave a Comment

Material postado de  Modelagem de dados sobre Representação utilizando conjuntos

  • Introdução
  • Fatos e coisas
  • Abordagem do projeto
  • Representando uma classe
  • Análise dos atributos
  • Propriedade da identidade
  • Relacionamentos
  • Estabelecimento de relacionamentos
  • As quatro possibilidades de multiplicidade do conjunto A em relação ao conjunto B
  • Atividade proposta
  • Modelar sub conjuntos
  • Atividade proposta

 


Engenharia de Software – Modelagem de dados – Representação utilizando conjuntos

Janeiro 7th, 2018

Posted In: Engenharia de Software, Modelagem de dados

Tags:,

Leave a Comment

Material Adicionado de Modelagem de dados sobre Mundo das Representações

  • Mundo das representações
  • Contextualização
  • Mundo real e mundo das representações simbólicas
  • Generalização e abstração
  • Aumento de temperatura
  • O cérebro
  • Mundo simbólico x mundo real
  • Plano de referência
  • Imagem
  • Inferência
  • Interpretações
  • Modelamento
  • Diversos planos de referência
  • Imagens e seu manuseio
  • “Soluções” para tratar as imagens
  • Telespectador
  • Correta interpretação
  • Importância dos registros feitos nas empresas
  • Dados e tipos de dados
  • Formulários
  • Atividade proposta

Engenharia de SoftwareModelagem de dadosMundo das Representações

Janeiro 4th, 2018

Posted In: Engenharia de Software, Modelagem de dados

Tags:,

Leave a Comment

Material de Arquitetura da informação e User Experiense sobre  Design postado!

  • O mapeamento do design visual
  • A diagramação do site
  • O design visual do site
  • O arquiteto da informação
  • A internet como forma de divulgação
  • A tendência atual para os sites
  • Aspectos de percepção
  • Aspectos semânticos
  • Modelos de páginas
  • Processos acerca da criação de páginas
  • Ferramentas de projeto
  • Ferramentas de arquitetura de informação
  • A classificação das informações

Material aqui: Design

Janeiro 3rd, 2018

Posted In: Arquitetura da informação e UX, Engenharia de Software

Tags:,

Leave a Comment

Material de Arquitetura da informação e User Experiense   sobre Conteúdo e Estrutura está postado!

  • A aplicação web e sistemas convencionais
  • Definição dos objetivos do site
  • A definição formal ou informal
  • As perguntas importantes nas definições dos objetivos
  • Definir a experiência do usuário
  • Definir o público-alvo
  • Criar cenários
  • Análise competitiva
  • As etapas do conteúdo
  • As três etapas do conteúdo
  • Ferramentas
  • Softwares
  • Documentação e agrupamento e rotulação do conteúdo
  • Navegabilidade

Conteúdo aqui: Conteúdo e Estrutura

Janeiro 3rd, 2018

Posted In: Arquitetura da informação e UX, Engenharia de Software

Tags:,

Leave a Comment

Esse ano de 2018 vou preparar dois guias:

A prova do POSCOMP acontece geralmente em Agosto/setembro. A prova para certificação java ficará para depois dela.

Espero conseguir revisar todo conteúdo e postar aqui todo material estudado!

Janeiro 1st, 2018

Posted In: CONCURSOS, Desenvolvimento, JAVA, JAVA, POSCOMP

Tags:, ,

Leave a Comment

Engenharia de SoftwareArquitetura Orientada a serviços – SOA e Webservices


 

1) Para Web Services SOAP é utilizado um descritor de serviços denominado:

  1. WSDL
  2. UDDI
  3. SOAP
  4. REST
  5. XML

(mais…)

dezembro 2nd, 2017

Posted In: Arquitetura Orientada a serviços – SOA e Webservices, Engenharia de Software

Tags:, ,

Leave a Comment

Engenharia de Software | Projeto e Implementação Orientado a Objetos


1) (Seduc-SP/2014) O JSP é uma tecnologia que permite que o código Java seja embarcado nas páginas web por meio de scriptlets. No entanto, para que esse código possa ser executado:

  1. todo código associado à página é convertido em um único scriptlet que é devidamente interpretado pelo navegador web antes de exibir o conteúdo da página.
  2. o servidor utiliza um interpretador Java especial que dispensa o processo de compilação.
  3. ele é convertido em JavaScript, que é suportado pela maioria dos navegadores web
  4. a página JSP é convertida em Servlet e compilada.
  5. os scriptlets são removidos da página JSP e compilados separadamente.

(mais…)

dezembro 2nd, 2017

Posted In: Engenharia de Software, Projeto e Implementação Orientado a Objeto

Tags:, ,

Leave a Comment

Engenharia de Software  | Análise Orientada a Objetos e Projeto Arquitetural


 

1) Analise as seguintes afirmativas:

I. Extreme Programming, RUP e Prototipação são exemplos de métodos ágeis.

II. Na UML2, diagramas de contextos são usados para representar o sistema e sua interação com atores e ambiente externo.

III. Os padrões de projeto de software são classificados em padrões de criação, estruturais e comportamentais.

IV. A falha para cumprir um requisito funcional pode degradar o sistema e a falha em cumprir um requisito não-funcional pode tornar todo um sistema inútil.

A partir dessa análise, pode-se concluir que estão INCORRETAS

  1. Apenas as afirmativas I, II e III.
  2. Apenas as afirmativas II e III.
  3. Todas as afirmativas.
  4. Apenas as afirmativas I, III e IV.
  5. Apenas as afirmativas I e II.

(mais…)

novembro 29th, 2017

Posted In: Análise Orientada a Objetos e Projeto Arquitetural, Engenharia de Software

Tags:, ,

Leave a Comment

Engenharia de Software | Qualidade de software


1) Para um produto ter uma determinada característica, faz-se necessário que suas subcaracterísticas tenham sido avaliadas e tenham atingido a avaliação positiva; ou seja, vamos dizer que, para o fator de qualidade se fazer presente, vamos precisar que os critérios tenham sido atingidos. As seis principais características destacadas por essa norma para medir ou mensurar a qualidade interna e externa do produto de software são: funcionalidade,confiabilidade, usabilidade, eficiência, manutenibilidade e portabilidade. Cada uma dessas características tem suas sub-características. com base nesta afirmação marque a opção correta que é uma sub-característica da característica USABILIDADE:

  1. reusabilidade
  2. intolerância a falha
  3. testabilidade
  4. atratividade
  5. acurácia

(mais…)

novembro 29th, 2017

Posted In: Engenharia de Software, Qualidade de Software

Tags:, ,

Leave a Comment

Engenharia de Software |  Gerenciamento De Projetos De Software 


1) Com o aumento do projeto é comum que pequenas partes de código mal escrito se acumulem e, quando menos se esperar, compromete todo o projeto. Este conceito foi nomeado por Joe Yoder como “Big Ball of Mud”.

É uma técnica controlada para reestruturar um trecho de código existente, alterando sua estrutura interna sem modificar seu comportamento externo.
O trecho acima refere-se à:

  1. Refatoração
  2. Propriedade Individual de Código
  3. Limitar o WIP ( Trabalho em Progresso)
  4. Feedback
  5. Programação Estruturada

(mais…)

novembro 29th, 2017

Posted In: Engenharia de Software, Gerenciamento de Projetos de Software

Tags:, ,

Leave a Comment

Engenharia de Software | Modelo de Maturidade de Software


1 – O modelo de desenvolvimento de software conhecido como Modelo Cascata apresenta as seguintes fases no seu ciclo de vida: Requisitos, análise, projeto, implementação, ____________________________ e ________________________.

  1. recursos, operação.
  2. testes, manutenção.
  3. codificação, testes.
  4. desenvolvimento incremental, manutenção.
  5. geração de relatórios, teste

(mais…)

novembro 26th, 2017

Posted In: Engenharia de Software, Exercícios, Modelo de maturidade de software

Tags:, ,

Leave a Comment

Engenharia de Software | Linguagem de modelagem unificada (UML)


1- Assinale, dentre as alternativas apresentadas, a que exibe o diagrama que tem por função mostrar as trocas de mensagens entre os objetos, além de ter como principal elemento a temporalidade dessas mensagens.

  1. Diagrama de Comunicação
  2. Descrição de casos de uso.
  3. Diagrama de sequência.
  4. Diagrama de casos der uso.
  5. Diagrama de atividades.

(mais…)

novembro 25th, 2017

Posted In: Engenharia de Software, Exercícios, Linguagem de modelagem unificada (UML)

Tags:, ,

Leave a Comment

Prova e Gabarito CIMBESA 2017 (AOCP) – Cargo: Analista de Sistemas


Dados do Concurso -> http://www.aocp.com.br/concurso.jsp?id=339

Prova Objetiva e Discursiva – Gabaritos (prova tipo 2)

Discursiva:

A definição de requisitos de software é uma etapa muito importante dentro da análise de um sistema que necessita ser desenvolvido, sendo que o resultado final de um projeto de desenvolvimento de uma solução tem muita influência dessa etapa em termos de tempo total de execução do projeto, seus custos e sua aceitação perante o cliente, em função do pleno atendimento das solicitações feitas.

Existe uma classificação de tudo que é considerado requisito no projeto, dividida entre tipos de requisitos a serem inclusos na documentação do sistema, podendo ser requisitos de usuário, sistema e projeto. Além disso, existem critérios de classificação de requisitos que dividem, de forma mais precisa, toda informação coletada junto aos stakeholders. Esses requisitos podem ser funcionais, não funcionais ou de domínio.

Para essa atividade, explique os três tipos de requisitos citados incluindo exemplos. Explique também a diferença entre requisitos funcionais e não funcionais, adicionando, também, exemplos para cada classificação.

Não se esqueça de detalhar os tipos e as classificações e acrescentar exemplos em cada tipo e classificação.

REPOSTA CHAVE: (mais…)

novembro 1st, 2017

Posted In: Analista de Sistemas, CONCURSOS

Tags:, ,

Leave a Comment

Compilação de 3 artigos de Eduardo Kurita Yoshinaga


Elevator statement

Esta técnica serve para montar uma síntese da idéia/produto/serviço que possa ser apresentada em um intervalo de tempo equivalente ao de um elevador, ou seja, dependendo dos andares de início e fim pode-se ter entre 30 segundos e 2 minutos.

Neste ano encontrei uma pessoa no elevador que tinha estudado Clipper 5.0 comigo 12 anos atrás e ele me perguntou: “O que você faz aqui?”.  A minha breve resposta foi um tipo de elevator statement.

Uma outra situação em que esta situação pode ser utilizada é quando se encontra com alguém muito importante no elevador (ex: o presidente da empresa) e esta pessoa te pergunta sobre uma idéia/produto/serviço importante e que você gostaria de explicar.

O que é
O elevator statement, também conhecido como elevator pitch, é uma declaração simples usada para rápida e eficientemente definir seu serviço, idéia ou produto. A frase deve ter aproximadamente 1 minuto e não pode ultrapassar 2 minutos e tampouco o limite aproximado de 250 palavras.

O que deve abranger? 
A frase deve ser clara, de modo que não haja dúvidas, concisa e ir direto ao ponto principal, tentando responder as questões abaixo:

  • Quem utilizará/adquirirá seu produto/idéia/serviço?
  • Qual benefício seu produto/idéia/serviço trará?
  • Quem é o principal competidor (se houver) ou alternativa

Onde é utilizado
Equipes que utilizam a metodologia ágil Scrum frequentemente utilizam esta técnica como parte do processo de concepção do produto a ser desenvolvido.

Esta técnica também é apresentada no curso de CSPO da AdaptWorks, como parte do processo de definição da visão do produto,  e no livro The Agile Samurai, como parte do processo de concepção do produto. Em ambos os casos esta técnica é apresentada como parte do processo de concepção da idéia do produto a ser trabalhado.

FONTE: http://eduardokurita.com/?p=212


Elevator Statement em Projetos

Hoje prosseguiremos com o assunto de Elevator Statement mostrando a aplicação em projetos de TI.

Por que utilizar esta técnica com a equipe de projeto?
Criar um elevator statement é interessante para facilitar o entendimento do projeto e, dependendo da equipe chega a ser bem divertido.

Uma vez concluído irá criar a visão que todo o time pode dizer e utilizar sempre que alguém perguntar: “Então, o que você faz?”.

Como fazer com uma equipe de projeto?
Primeiramente é necessário que toda a equipe de projeto esteja em uma sala, isolada das demais pessoas e do ambiente de trabalho.

Em seguida o time deve ter uma visão clara do produto/idéia/serviço e deve estar familiarizado com o mercado do público-alvo.

Caso seja necessário pode-se chamar alguém da área de negócio para explanar o produto e tirar todas as dúvidas.

Template Modelo 
O template que deve ser preenchido é o seguinte:

PARA [Cliente / Público-Alvo]
QUE [Necessidade ou Oportunidade]
O [Nome do PRODUTO/IDÉIA/SERVIÇO]
É UM [Categoria do PRODUTO/IDÉIA/SERVIÇO]
QUE [Principal benefício ou razão para se adquirir]
DIFERENTEMENTE DO [Principal competidor ou Alternativa]
NOSSO PRODUTO/IDÉIA/SERVIÇO [Principal diferenciação]

Resultado
O resultado deve ser algo parecido como:

PARA Turistas e Interessados em Viagens
QUE Tem dificuldade em encontrar pacotes de viagens de acordo com seu interesse
O MeAjudaVouViajar
É UMA Ferramenta de Busca web especializada em turismo
QUE de forma simples, permite que o usuário procure por inúmeros critérios e obtenha os resultados mais relevantes
DIFERENTEMENTE DE uma pesquisa direto em sites de busca ou em sites de agências de viagens
NOSSO PRODUTO obtém estes dados através de pesquisa exclusiva em agências de viagens do Brasil e de todo o mundo traduzindo estes dados para o idioma português.

FONTE: http://eduardokurita.com/?p=220


Como validar o elevator statement

Após a montagem da primeira versão do elevator statement deve-se verificar se o texto está compreensível para todas as pessoas, principalmente para aqueles que não são da área de TI.

Um modo muito eficiente é falar o elevator statement para uma outra pessoa, que seja neutra, sem conhecimento prévio do assunto, para obter dela o entendimento a partir da frase.

Um cuidado que deve-se ter é que o comunicador da frase também deve permanecer neutro, frio, sem gesticular ou expressar quaisquer reações que possam influenciar a outra pessoa na compreensão.

A partir das informações do entendimento do elevator statement por esta pessoa, pode-se realizar as correções necessárias e realizar nova validação, mas desta vez com outra pessoa.

Quando a equipe estiver satisfeita com a frase pode-se imprimir, fazer um banner manuscrito ou escrever no kanban ou em algum quadro no local de trabalho. A frase deve ser revista em cada release e atualizado sempre que necessário.

Esta é uma ferramenta muito legal para vender/divulgar o projeto dentro da empresa.

FONTE: http://eduardokurita.com/?p=222

outubro 31st, 2017

Posted In: Ágil, Desenvolvimento

Tags:,

Leave a Comment

Prova Final de Métricas de software ( 38 Questões )


Questão 1

Um dos objetivos da Análise de Ponto Função (APF) é:

  1. Calcular quantas tabelas o sistema terá.
  2. Estimar o tamanho de uma equipe de desenvolvimento.
  3. Ajudar no processo de depuração do software
  4. Definir os procedimentos para os testes do software.
  5. Medir a funcionalidade que usuário solicita e recebe.

Resposta:

Medir a funcionalidade que usuário solicita e recebe. (mais…)

junho 21st, 2017

Posted In: Engenharia de Software, Métricas de software

Tags:, ,

Leave a Comment

Prova Final de Gestão estratégica de TI ( 27 Questões)


Questão 01

Qual das alternativas a seguir, apresenta um dos orientadores para o desenvolvimento de uma estrutura como o COBIT 5?

  1. Prover a execução de programas de entrega de benefícios dentro do prazo e do orçamento
  2. Prover um melhor controle sobre o aumento das soluções de TI controladas pelo usuário e iniciadas pelo usuário
  3. Prover uma melhor otimização da funcionalidade dos processos de negócios
  4. Prover a aquisição de softwares e hardware dentro do orçamento anual da empresa
  5. Prover o atingimento da excelência operacional por meio da aplicação confiável e eficiente da tecnologia

Resposta

Prover um melhor controle sobre o aumento das soluções de TI controladas pelo usuário e iniciadas pelo usuário (mais…)

junho 19th, 2017

Posted In: Engenharia de Software, Gestão estratégica de TI

Tags:, ,

Leave a Comment

Próxima página »